Como valorizar a profissão do farmacêutico

Para se tornar um profissional valorizado, em primeiro lugar, o farmacêutico deve ter orgulho de sua profissão e entender sua importância como profissional da saúde, para então buscar caminhos que elucidem o seu verdadeiro papel para a saúde da população.

Nas farmácias e drogarias, o farmacêutico é o profissional mais acessível à população e o último a entrar em contato com o paciente antes do início do tratamento, por isso, possui grande responsabilidade na orientação quanto à utilização correta dos medicamentos.

Além disso, a publicação recente de algumas normas contribui para que o farmacêutico assuma seu verdadeiro papel de cuidador da saúde perante a sociedade.

Algumas normas importantes para o farmacêutico

 Designed by Freepik

  • RDC Anvisa nº 44/2009, que estabelece critérios e condições mínimas para cumprimento das Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias;
  • Resolução CFF nº 585/2013, que regulamenta as atribuições clínicas do farmacêutico;
  • Resolução CFF nº 586/2013, que regula a prescrição farmacêutica;
  • Lei nº 13.021/2014, que dispõe sobre o exercício e a fiscalização das atividades farmacêuticas.

As normas supracitadas destacam a missão das farmácias e drogarias como estabelecimentos de saúde, do farmacêutico como profissional de saúde e o direito da população à assistência, à atenção farmacêutica e à orientação sobre o uso correto, seguro e racional de medicamentos.

O farmacêutico deve, então, garantir a qualidade da dispensação de medicamentos e dos serviços prestados, além de ter um papel imprescindível na adesão à terapêutica, na prevenção das interações e de outros problemas relacionados a medicamentos e nas ações de farmacovigilância.

Essas atividades, somadas às ações de promoção do uso racional de medicamentos, monitorização e cuidado ao paciente por meio dos serviços  farmacêuticos, orientação sobre a importância da adoção de estilos de vida saudáveis e identificação de sinais de alerta sobre riscos de doenças crônicas ou complicações delas decorrentes, têm impacto direto na qualidade de vida do paciente e no sistema de saúde, por isso são de extrema valia para a sociedade e necessitam de profissionais capacitados para assumir essas responsabilidades de forma adequada, a fim de garantir a qualidade dos serviços prestados.

Como valorizar o serviço do farmacêutico

Após entender a real importância do seu papel na sociedade, o farmacêutico deverá se utilizar de ferramentas para alcançar a valorização dos seus serviços pela população. As principais delas são:

  • Comunicação – Quando bem desenvolvida, a comunicação aumenta a possibilidade de influência sobre as pessoas. O profissional deve falar somente o necessário, de forma clara e objetiva, adequando a sua linguagem ao público atendido.
  • Marketing Pessoal – Conjunto de ferramentas de que o profissional se utiliza para que suas habilidades sejam reconhecidas e apreciadas; algumas delas são: visão, espírito de equipe, maturidade, integridade, visibilidade, empatia e otimismo.
  • Liderança – Habilidade de influenciar as pessoas para trabalharem entusiasticamente, visando atingir os objetivos essenciais para o bem comum.
  • Atitude – Não basta ter um bom currículo, é preciso querer fazer a diferença.

Conclusão

Diante do exposto, pode-se concluir que a valorização deve ser iniciada com o próprio profissional, o qual deve conhecer o seu papel na sociedade, ter orgulho da sua profissão, valorizar os seus conhecimentos e aprimorá-los constantemente, de modo que fique devidamente capacitado para prestar um serviço de qualidade à população.

Assim, ao realizar de forma responsável todas as suas funções, o farmacêutico estará contribuindo para a divulgação dos serviços que podem ser prestados por este profissional e da sua importância e relevância para a sociedade. Diante de serviços de qualidade e que apresentem bons resultados futuros, a  população irá reconhecer a necessidade desse profissional para a prevenção e promoção da sua saúde, e passará a valorizar a profissão farmacêutica.

Na semana que vem…

No próximo artigo iremos apresentar os serviços farmacêuticos que podem ser realizados nas farmácias e drogarias, de acordo com a RDC Anvisa nº 44/2009, pois são ótimas ferramentas para alcançar a valorização profissional.

Fonte: CRF/SP

Está difícil transmitir pro SNGPC?

Comece agora a transmitir sua dispensação de medicamentos controlados com mais facilidade, segurança e rapidez através do SNGPC One!

← Post anterior

Post seguinte →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.