Medicamento nusinersena foi aprovado

Um novo medicamento foi incorporado ao tratamento da AME (atrofia muscular espinhal) nesta quarta-feira (24). O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, assinou no Senado a portaria de incorporação do medicamento nusinersena (spinraza) na Rename (Relação Nacional de Medicamentos Essenciais) do Sistema Único de Saúde – SUS. O tratamento para AME custa cerca de R$1,3 milhão por paciente ao ano.

De acordo com o próprio ministério, este deve ser o primeiro medicamento comprado na modalidade intitulada compartilhamento de risco para o SUS. A ideia do governo é realizar o compartilhamento de riscos com os laboratórios, fazendo com que o pagamento pelos medicamentos de alto custo seja feito mediante o progresso no tratamento do paciente.

Em 2017, o Ministério da Saúde deu entrada no processo de compra do spinraza para atender 13 ações judiciais de dezembro do mesmo ano. Na época, o medicamento foi oferecido ao Ministério por R$420 mil por ampola. Com a regularização, a expectativa é de cada ampola chegue a R$209 mil.

Fonte: CRF-SP

Precisando de consultoria para sua farmácia?

Precisa de ajuda para se credenciar no Programa Aqui Tem Farmácia Popular ou para se cadastrar na Anvisa? Fale conosco, nós temos opções de consultoria para auxiliá-los nesses processos. Caso precise do software para as vendas do Programa Farmácia Popular ou para as transmissões do SNGPC para Anvisa, nós temos os softwares Farmácia Popular One e SNGPC One! Entre em contato conosco pelo telefone: (14) 3221-7067 ou email: sac@aelian.com.br!

← POST ANTERIOR

PRÓXIMO POST →

Cadastre-se e receba mais conteúdo grátis