CFF destaca a importância do farmacêutico na venda de suplementos alimentares

O segmento de suplementos alimentares cresce em muitos países. No Brasil pesquisas sobre mercado chegam a estimar um crescimento de até 30% neste ano. Mas você sabia que mesmo um suplemento alimentar pode representar risco à saúde se não tiver a orientação adequada?

Atenta para essa nova realidade a Anvisa lançou uma resolução inédita no mês de julho para regulamentar o setor. O Conselho Federal de Farmácia também acaba de colocar em consulta pública a proposta de uma resolução com foco na atuação do farmacêutico nesse campo.

A coordenadora do grupo técnico de suplementos alimentares do Conselho de Farmácia, Priscilla Dejuste, destaca a importância do farmacêutico nesse cenário, já que esses produtos podem ser facilmente adquiridos no mercado e nas farmácias.

“Tem suplementos que você precisa fazer atividade física para está utilizando. Outra questão que gostaria de destacar é o uso de suplementos a base de cafeína, suplementos termogênicos, porque às vezes a pessoa já faz uso da cafeína durante a sua alimentação diária, faz uso de energético, ela tem que tomar um pouco mais de cuidado porque ela não pode tomar e tem porque ela não pode tomar tanta cafeína durante o dia. E tem que pedir orientação. O farmacêutico é um profissional que a população tem fácil acesso e que pode está falando especificamente e orientação sobre uso correto de suplementos.”

A consulta pública do Conselho de Farmácia dispõe sobre o cuidado farmacêutico relacionado aos suplementos alimentares na farmácia comunitária, consultório farmacêutico e estabelecimentos comerciais de alimentos.

A legislação abre um campo de atuação para esse profissional e orienta em como o serviço deve funcionar. “Ele vai ter o cuidado com o paciente, ele vai poder fazer o atendimento em consultório, em clínicas multidisciplinares, em farmácias comunitárias e de manipulação e em lojas especializadas. Ele precisa se capacitar e estar atualizado para que ele possa fazer uma orientação, uma dispensação e também a prescrição de suplemento.”

O presidente do CFF, Walter da Silva Jorge joão, reafirma a importância da matéria. “Seguimos desempenhando nosso papel de regulamentação da profissão, ampliando o âmbito de atuação do farmacêutico em prol de sua valorização profissional e, principalmente, do bem estar e da qualidade de vida da população”.

Quem quiser conferir a resolução do Conselho de Farmácia e farmacêuticos interessados em dar sugestões podem acessar texto do documento da proposta até o dia 12 de outubro.

CLIQUE AQUI e acesse o formulário para envio de sugestões.

Fonte: CFF

Precisando de consultoria para sua farmácia?

Precisa de ajuda para se credenciar no Programa Aqui Tem Farmácia Popular ou para se cadastrar na Anvisa? Fale conosco, nós temos opções de consultoria para auxiliá-los nesses processos. Caso precise do software para as vendas do Programa Farmácia Popular ou para as transmissões do SNGPC para Anvisa, nós temos os softwares Farmácia Popular One e SNGPC One! Entre em contato conosco pelo telefone: (14) 3221-7067 ou email: sac@aelian.com.br!

← POST ANTERIOR

PRÓXIMO POST →

Cadastre-se e receba mais conteúdo grátis