Quais são as regras para a venda de medicamentos online?

A internet está cada vez mais presente na vida das pessoas, a correria do dia a dia tem aumentado o volume de vendas online. Aí entra uma questão, farmácia pode vender medicamentos online?

Venda de medicamentos online

 Designed by Freepik

A venda de medicamentos pela internet pelas redes de farmácias e drogarias deve atender algumas condições especiais.

Somente farmácias e drogarias abertas ao público, com farmacêutico responsável presente durante todo o horário de funcionamento, podem realizar a liberação de medicamentos solicitados por meio remoto, como telefone, facsímile (fax) e internet.

O pedido pela internet deve ser feito por meio do site do estabelecimento ou da respectiva rede de farmácia ou drogaria.

O site deve utilizar apenas o domínio “.com.br”, e deve conter, na página principal, os seguintes dados e informações:

  • Razão social e nome fantasia da farmácia ou drogaria responsável pela venda;
  • CNPJ;
  • Endereço geográfico completo;
  • Horário de funcionamento e telefone;
  • Nome e número de inscrição no Conselho do Farmacêutico Responsável Técnico;
  • Licença ou Alvará Sanitário expedido pelo órgão Estadual ou Municipal de Vigilância Sanitária, segundo legislação vigente;
  • Autorização de Funcionamento de Empresa (AFE) expedida pela Anvisa;
  • Autorização Especial de Funcionamento (AE) para farmácias, quando aplicável;
  • Link direto para exibir informações adicionais, como nome e número de inscrição no Conselho do Farmacêutico;
  • Mensagens de alerta e recomendações sanitárias determinadas pela Anvisa;
  • Condição de que os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante a apresentação da receita e o meio pelo qual deve ser apresentada.

É vedada a oferta de medicamentos na internet em site que não pertença a farmácias ou drogarias autorizadas e licenciadas pelos órgãos de vigilância sanitária competentes.

Não se pode utilizar imagens, propaganda, publicidade e promoção de medicamentos de venda sob prescrição médica em qualquer parte da página.

É vedada a comercialização de medicamentos sujeitos a controle especial solicitados por meio remoto.

Todos os pedidos para dispensação de medicamentos solicitados por meio remoto devem ser registrados.

A divulgação de preços em farmácias eletrônicas

 Designed by Freepik

De acordo com a RDC 44/99 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, em sites de farmácias e drogarias online, é vedada a utilização de imagens, propaganda, publicidade e promoção de medicamentos de venda sob prescrição médica em qualquer parte da página.

A divulgação dos preços dos medicamentos disponíveis para compra na farmácia ou drogaria deve ser feita por meio de listas nas quais devem constar somente:

  • O nome comercial do produto;
  • O(s) princípio(s) ativo(s), conforme Denominação Comum Brasileira;
  • A apresentação do medicamento, incluindo a concentração, forma farmacêutica e a quantidade;
  • O número de registro na Anvisa;
  • O nome do detentor do registro; e
  • O preço do medicamento.

As listas de preços não poderão utilizar designações, símbolos, figuras, imagens, desenhos, marcas figurativas ou mistas, slogans e quaisquer argumentos de cunho publicitário em relação aos medicamentos.

As propagandas de medicamentos isentos de prescrição e as propagandas e materiais que divulgam descontos de preços devem atender integralmente ao disposto na legislação específica.

As frases de advertências exigidas para os medicamentos isentos de prescrição devem ser apresentadas em destaque.

E as farmácias e drogarias que realizarem a dispensação de medicamentos solicitados por meio da internet devem informar o endereço do seu sítio eletrônico na Autorização de Funcionamento (AFE) expedida pela Anvisa.

Fonte: Sebrae

Está difícil transmitir pro SNGPC?

Comece agora a transmitir sua dispensação de medicamentos controlados com mais facilidade, segurança e rapidez através do SNGPC One!

← Post anterior

Post seguinte →

1 Comentário

  1. Vinicius

    Tenho uma duvida: suponha que eu pessoa fisica tenha adquirido tres caixas de um medicamneto para um tratamento de tres meses,mas nos primeiros quinze dias eu sinta alguns efeitos colaterais e o meu medico suspenda o uso do medicamento,nesse caso eu poderia anunciar a venda dessas duas caixas de medimanto restate em aluma pagina na internet ou mesmo nas minhas redes sociais, ja que não vou mais utilizalas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.