Ética, Direitos e Prerrogativas Profissionais

Com o objetivo de debater a influência das mídias sociais no trabalho do farmacêutico e os cuidados que esses profissionais precisam ter ao receber e dispensar prescrições, especialmente aquelas ilegíveis ou pouco legíveis, o CRF-SP realiza no próximo sábado (24/11) o Seminário de Ética e Direitos e Prerrogativas Profissionais. O evento, que é promovido pelo Comitê de Direitos e Prerrogativas Profissionais, acontecerá no plenário da sede do Conselho, das 9h às 13h.

Para falar sobre “comunicação nas mídias sociais com ética” o evento contará com a palestra do Prof. Dr. Gilberto Araújo Guimarães, mestre em Filosofia, com MBA pela FGV-SP, engenheiro pela Escola Politécnica-USP, psicanalista pela Sociedade Paulista de Psicanálise e docente da Universidade Anhembi Morumbi. Em sua apresentação, ele desenvolverá conceitos teóricos para contextualizar e analisar o comportamento das pessoas nas redes sociais e como isso interfere nas suas relações pessoais e profissionais. “Iremos falar sobre o conceito de ética no mundo atual e sua significância e porque o mundo é menos anônimo nos nossos dias. Também iremos abordar alguns truques para estabelecer uma comunicação mais eficaz”, afirmou o palestrante.

A Dra. Maria Fernanda Carvalho, conselheira e coordenadora do Comitê de Prerrogativas do CRF-SP irá apresentar e recomendar aos profissionais as “Condutas a seguir ao receber prescrições ilegíveis”. “Muitas vezes, na vontade de atender, o farmacêutico pode cometer erros de interpretação daquela receita ilegível ou pouco legível, imaginar que seja um determinado medicamento e na verdade era outro, ler uma dosagem diferente etc. Isso representa um risco muito grande para segurança da paciente. O farmacêutico é responsável pelo que dispensa e isso implica em penalidades éticas e criminais, por isso tem o dever de entrar em contato com o prescritor e o direito ou não de dispensar, caso não consiga esclarecer sua dúvida”.

Para concluir, o evento contará ainda com a palestra do Dr. Roberto Tadao Magami Junior, gerente do departamento de consultoria jurídica do CRF-SP, que falará sobre “Riscos de exposição das prescrições nas mídias sociais”. Segundo o palestrante, a divulgação de prescrições médicas em redes sociais pode implicar em punições civis, penais e administrativas. “Ultimamente profissionais estão criando grupos, especialmente no Facebook e Whatsapp, para discutir a compreensão de prescrições ilegíveis, com isso eles acabam divulgando a doença e nome do paciente e isso implica em violação da intimidade”, explicou o advogado.

Agenda

Seminário de Ética e Direitos e Prerrogativas Profissionais

Data: Dia 24 de novembro (sábado)

Horário: 9h ás 13h

Local: Plenário da sede do CRF-SP

Clique aqui e faça a sua inscrição

Precisando de consultoria para sua farmácia?

Precisa de ajuda para se credenciar no Programa Aqui Tem Farmácia Popular ou para se cadastrar na Anvisa? Fale conosco, nós temos opções de consultoria para auxiliá-los nesses processos. Caso precise do software para as vendas do Programa Farmácia Popular ou para as transmissões do SNGPC para Anvisa, nós temos os softwares Farmácia Popular One e SNGPC One! Entre em contato conosco pelo telefone: (14) 3221-7067 ou email: sac@aelian.com.br!

← POST ANTERIOR

PRÓXIMO POST →

Cadastre-se e receba mais conteúdo grátis